Minuto MS

25º

Três Lagoas/MS

15 de novembro de 2018 quinta
26/07/2016 - 11:07:05

O medonho peixe Candiru que entra na uretra e no ânus

Estima-se que o peixe faça, pelo menos, quatro vítimas por ano no Brasil

Site de curiosidades.com / Foto: Divulgação

05A57
Um peixinho aparentemente inofensivo, chamado candiru, pode causar danos bastante significativos aos seres humanos. O candiru é um peixe nativo da Amazônia, também considerado um tipo de parasita.

Muitas pessoas acreditam que a existência do candiru seja uma lenda, mas a verdade é que ele existe sim, e pode penetrar o corpo humano, exigindo um tratamento imediato.

Com formato alongado e pequeno, esse peixe atrevido consegue entrar na uretra e no ânus dos seres humanos. O peixe é semelhante a uma enguia pequena, com cerca de 7 ou 8 centímetros de comprimento. Ele entra na uretra ou no ânus dos banhistas e se instala na região genital.

O candiru acessa a região atraído pela urina humana. Ele pode penetrar a genital de homens e mulheres. O peixe se alimenta de sangue e começa a causar cortes na região onde está instalado. Para remover o parasita é necessário passar por uma cirurgia.

UM PEIXE INCONVENIENTE E PERIGOSO

O candiru pode provocar hemorragias e infecções nas pessoas. Essas condições, em alguns casos, podem levar à morte. As vítimas desse peixe precisam de hospitalização com máxima urgência.

Estima-se que o peixe faça, pelo menos, quatro vítimas por ano no Brasil. Para evitar o candiru, as pessoas devem adotar comportamentos preventivos. Confira algumas informações importantes:

  1. Não nade sem roupa ou com calções e biquínis largos em rios;
  2. Nunca faça xixi na água.

CARACTERÍSTICAS DO CANDIRU

O candiru tem nome científico de Vandellia cirrhosa. Ele também é conhecido como peixe-vampiro e vive em água doce. É normalmente encontrado no Rio Tocantins e no Rio Madeira. Esse peixe parasita costuma ser mais temido do que as piranhas por causa de seu perfil aerodinâmico e pelo elevado risco de morte que provoca.

 

« voltar para home