Minuto MS

25º

Três Lagoas/MS

28 de junho de 2017 quarta
16/06/2017 - 12:06:22

Ação do Serviço de Inteligência da PM cumpre mandados de prisão em Três Lagoas

Três mandados de prisão foram cumpridos nesta quinta-feira (15); uma das ordens judiciais é contra um homicida

MinutoMS / Fotos: Minutoms

IMG-20170616-WA0010
A Polícia Militar de Três Lagoas, por meio do serviço de inteligência (P-2), concluiu nesta quinta-feira (15) uma ação policial, que consistiu no cumprimento de três mandados de prisão contra foragidos da justiça.

IMG-20170616-WA0008
De acordo com informações colhidas pela reportagem do minutoms, a atuação, foi uma resposta à sociedade para reduzir o crime, aumentar a sensação de segurança e, por conseguinte, melhorar da qualidade de vida na localidade.

IMG-20170616-WA0005
A ação dos policiais iniciou-se com a prisão do Sr E.D.A de 61, que tinha em seu desfavor um mandando de prisão preventiva expedido pelo juiz presidente do Tribunal do Júri desta cidade. E.D.A, responde pelo crime de homicídio qualificado, após ter assassinado um homem de 48 anos que lhe devia R$ 600 reais de aluguel.

A segunda investida policial, culminou com a captura de uma mulher que responde pelo crime de Tráfico de Drogas. Durante sua captura, os militares constataram que C.M.M de 33 anos, era fugitiva do presidio semiaberto feminino da cidade.

A terceira e última ordem judicial de prisão, foi contra A.S.D.A.F de 36 anos, que desrespeitou as medidas restritivas de direitos segundo o teor da ordem judicial que segue:

“O descumprimento reiterado para com as ordens emanadas pelo juzo da execuo penal autorizam a regresso do regime prisional (LEP, art. 50, V, cc art. 118, I), eis revelarem flagrante desrespeito lei e descaso para com o cumprimento da pena, apontando assim para uma total falta de compromisso com o objetivo ressocializador da pena, razo pela qual defiro a cota ministerial de fl. 119, determinando a regresso cautelar do regime prisional(...)” - SIC.

A operação foi encerrada com a captura dos três infratores para garantia da ordem pública evitando a impunidade e descrédito pela demora na prestação jurisdicional pela manutenção da prisão que não convém aguardar até o trânsito em julgado para só então prender o indivíduo.
Os criminosos serão encaminhados para os presídios em Três Lagoas, após passarem por exames médicos.

« voltar para home