Minuto MS

25º

Três Lagoas/MS

11 de dezembro de 2018 tera
11/06/2018 - 02:06:54

Monkey Of Space é a grande campeã do Interclasse de Robótica da Escola do Sesi de Três Lagoas

Para os pais dos alunos, ficou o orgulho de presenciar os filhos desempenhando um papel grandioso para a sociedade

Assessoria - Foto: Divulgação

senai 01
A equipe “Monkey Of Space”, do 7º ano do Ensino Fundamental, foi a grande campeã da 5ª edição do Torneio Interclasse de Robótica da Escola do Sesi de Três Lagoas, realizada na sexta-feira (08/06) e no sábado (09/06), no ginásio poliesportivo do colégio. Ao todo, a competição reuniu 12 equipes de robótica, formadas por alunos entre 9 e 16 anos de idade, e é promovida anualmente pelas sete escolas do Sesi em Mato Grosso do Sul como preparação para o Torneio de Robótica FIRST Lego League (FLL), que reúne no 2º semestre do ano as escolas de todo o País.

No Estado, as próximas escolas do Sesi do Estado a realizaram o Torneio Interclasse de Robótica são as de Corumbá (15 e 16 de junho), Dourados (29 e 30 de junho), Naviraí (11 de agosto), Aparecida do Taboado (18 de agosto), Campo Grande (20 e 21 de agosto) e Maracaju (1º de setembro). Em Três Lagoas, além da “Monkey Of Space”, também ganharam as equipes “Dark Orbit”, do 9º ano do Ensino Fundamental, que foi a campeã da categoria Projeto de Pesquisa, a “Lego Space”, do 7º ano do Ensino Fundamental, que venceu as categorias Design do Robô e Desafio do Robô, e a “Veja Orbit”, do 8º ano do Ensino Fundamental, que ganhou a categoria Core Values, quando é avaliada a capacidade de trabalhar em conjunto.

O time “Space X”, do 6º ano do Ensino Fundamental, também se destacou pela torcida e organização e, por isso, foi premiada com o certificado da categoria Fun Class. Os times apresentaram robôs construídos inteiramente com peças LEGO e programados com a tecnologia LEGO Mindstorms NXT, com base no que aprenderam em sala de aula durante as aulas de Robótica, que integram a grade regular de toda a rede de ensino das escolas do Sesi.

Cada equipe é composta por até dez integrantes, que representaram o time da turma e sob orientação de um professor, o chamado “técnico mentor”. Eles são desafiados a usar a criatividade e apresentar soluções inovadoras para o tema proposto pela FLL para o torneio de robótica de 2018 “Into Orbit - Você tem o que é necessário para ir para o espaço?”

O torneio

A competição teve quatro etapas, nas quais os alunos foram avaliados pelos juízes nas categorias: Projeto de Pesquisa, Core Values, Design do Robô e Desafio do Robô. Nos projetos de pesquisa os alunos apresentaram soluções inovadoras de acordo com a temática do torneio e, na avaliação do Core Values, os alunos foram submetidos a uma atividade em grupo em que os juízes avaliaram se valores como trabalho em equipe foram contemplados. Na etapa de Design do Robô e Desafio do Robô os alunos foram avaliados quanto ao desenho mecânico, estratégias e inovação na programação, e também na série de missões programadas para cada robô desenvolver na mesa durante partidas de 2 minutos e meio cada.

Para a equipe pedagógica da Escola do Sesi de Três Lagoas, ficou o sentimento de que, a cada torneio, os alunos se envolvem e evoluem tecnicamente. “O Torneio Interclasse de Robótica agrega diversos conhecimentos e habilidades, favorecendo aprendizagens relacionadas à pesquisa, ampliação de conhecimentos científicos e tecnológicos, além da vivência de valores importantes para o trabalho em equipe. A Educação Infantil e Ensino Fundamental também contribuíram com apresentações culturais e familiares compareceram em peso, mostrando que, de fato, somos um time”, avaliou a coordenadora pedagógica e educacional Elisandra dos Santos.

“O evento de robótica é fundamental para que aluno da Escola do Sesi desenvolva valores que serão compartilhados por toda a vida. Os competidores desenvolveram projetos de pesquisa inovadores que visam ajudar as pessoas no dia a dia, preparando-os assim para ingresso na vida acadêmica. E nesse grande contexto educacional, a escola se destaca, pois, trabalha nesses alunos diferentes vertentes e habilidades para que sigam grandes carreiras”, completou Vanessa Cristina Oliveira, que também é coordenadora pedagógica e educacional da Escola do Sesi de Três Lagoas.

. “Pude perceber que há uma competição saudável baseada em valores, o que é fruto do trabalho em sala”, disse Edivania da Rocha, mãe da aluna Ana Beatriz da Rocha, do 5° ano do Ensino Fundamental. “É com bastante alegria que estamos participando desse momento na escola, os alunos trabalham desenvolvendo soluções diferentes que apresentam nos estandes através de projetos de pesquisa. Maravilhosa essa proposta”, acrescentou Elaine Cristina Paglioto, mãe da aluna Manuela Paglioto, do 2° ano do Ensino Fundamental.senai 02

« voltar para home