Minuto MS

25º

Três Lagoas/MS

15 de outubro de 2019 tera
14/01/2018 - 07:01:30

Mulher pede ‘pelo amor de Deus, não faça isso'; mas mesmo assim, é assassinada pelo ex-marido em Três Lagoas

Filhos da vítima estavam na casa no momento do feminicídio

Minutoms/ Fotos: Minutoms

vitima (2)
''Pelo amor de Deus. Não faça isso''. Essas foram as últimas palavras de Halley Coimbra Ribeiro Junqueira, de 38 anos, antes de ser assassinada pelo ex-marido, Renato Bastos Ottoni neste domingo (14).

Ela foi morta por três tiros, sendo um no ouvido, um nas costas e outro na cabeça na cozinha da residência da família, localizada no Bairro Santa Júlia, em Três Lagoas.

De acordo com informações repassadas à reportagem do MinutoMS, a filha da vítima estaria em seu quarto, quando teria ouvido dois disparos de arma de fogo e sua mãe pedindo pelo amor de Deus para que o autor não fizesse aquilo (sic). 

Após ouvir o terceiro tiro e o barulho no interfone para abrir o portão social, que é eletrônico, a adolescente saiu do seu quarto e viu a sua mãe morta no chão da cozinha. 

Os outros filhos de Halley de 3 e 6 anos estavam na sala no momento do crime. Após o assassinato, Ottoni, que é ex-gerente de uma fábrica de celulose da cidade, empreendeu fuga no carro da ex-mulher, tomando rumo ignorado. 

A Perícia Técnica da Polícia Civil esteve no local, encaminhando o corpo da mulher ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade, para ser necropsiado e posteriormente liberado aos familiares para o sepultamento. 

Diligências estão sendo realizadas no intuito de localizar e prender o acusado do crime. Este é o primeiro feminicídio registrado este ano em Três Lagoas. 

« voltar para home