Minuto MS

25º

Três Lagoas/MS

22 de fevereiro de 2020 sbado
14/01/2020 - 05:01:45

Saúde alerta para o aumento do número de casos suspeitos de Dengue

Foram 54 casos notificados suspeitos em 2020

Assessoria/ Fotos: Divulgação

dengue-01
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio da equipe de Vigilância Epidemiológica, setor da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento, divulgou os primeiros Boletins de Monitoramento da Dengue e da Leishmaniose, referentes às duas primeiras semanas epidemiológicas do ano de 2020.

Como consta no Boletim de Monitoramento da Dengue, divulgado nesta terça-feira (14), o total acumulado de casos notificados suspeitos é de 154. Foram 54 casos notificados suspeitos na primeira semana e 100 novos casos notificados suspeitos na segunda semana de 2020.

Feitos os devidos ajustes no monitoramento da Dengue, a Vigilância Epidemiológica de Três Lagoas também informou que 5.817 foi o total de casos notificados suspeitos no ano de 2019.

Desse total acumulado de casos notificados suspeitos, 3.706 foram confirmados como casos positivos e 1.989 obtiveram resultado negativo. O restante, ou seja, 150 casos ainda aguardam resultados de exames laboratoriais.

Em 2019 foram notificados 1.249 em janeiro; 793 em fevereiro; 1.067 em março; 977 em abril; 618 em maio; 341 em junho; 154 em julho; 121 no mês de agosto; 73 em setembro; 130 em outubro; 155 em novembro; e 171 casos notificados em dezembro.

LEISHMANIOSE

A equipe de Vigilância Epidemiológica também atualizou as informações sobre o monitoramento da Leishmaniose humana em Três Lagoas, nestas duas primeiras semanas de 2020.

Este ano começou com a notificação de mais um caso positivo de Leishmaniose, na segunda semana epidemiológica de 2020. Trata-se de uma mulher de 32 anos de idade, residente no Bairro Colinos. Este caso foi diagnosticado em 20 de outubro de 2019 e a paciente continua em tratamento.

Segundo já foi divulgado, Três Lagoas encerrou 2019 com 173 casos suspeitos notificados de Leishmaniose. Desse total, 10 foram diagnosticados como casos positivos e 163 descartados como negativos.

Entre os 10 casos positivos de Leishmaniose de 2019, houve registro de três óbitos, sendo o de uma criança de um ano, em 10 de março; uma mulher de 76 anos, residente no Jardim Planalto, em 14 de setembro; e de um homem de 71 anos de idade, em 18 de novembro, residente no Jardim Capilé.

« voltar para home